Resenha: A maldição do tigre - Colleen Houck


Oi galera! Este será meu primeiro post no blog Um sonho Literário, e vou falar sobre o último livro que li, A Maldição do Tigre, de Coleen Houck. Não tenho muita prática fazendo resenhas e tal, mas sinceramente espero que gostem.*

A jovem Kelsey Hayes, que mora com a família adotiva no Oregon após o acidente de carro que tirou a vida de seus pais, está prestes a completar dezoito anos e precisa de um emprego provisório de verão para ajudar a pagar a faculdade.
Ao conseguir um emprego de duas semanas em um circo de passagem por sua cidade, Kelsey conhece Dhiren, um formoso e dócil tigre branco que serve como principal atração do circo – um animal misterioso porém estranhamente doce, logo cativa a jovem. Solitária, Kelsey encontra no tigre um amigo verdadeiro.
Quando um misterioso homem chamado Sr. Kadam vem até o circo com a clara intenção de comprar o tigre Dhiren para manda-lo para uma reserva animal na Índia, Kelsey é convidada a ser sua tratadora durante a viagem. Kelsey aceita, embora não saiba ainda que alimentar o animal não chega a ser o principal motivo de sua viagem, e não é nem de longe a coisa mais perigosa que ela vai fazer.
Dhiren, o tigre, é na verdade um antigo príncipe indiano, amaldiçoado e preso na forma de um imenso tigre branco à cerca de trezentos anos. A cada 24 horas, o príncipe Alagan Dhiren Rajaram tem 24 minutos como humano, tempo que nem de longe é o bastante para explicar a Kelsey tudo o que há pra se explicar.
É a missão de Kelsey ajuda-lo nesta missão para quebrar a antiga maldição que paira sobre o tigre e trazê-lo de volta ao mundo dos homens. Será que ela conseguiria?  
Bom, com relação a esse livro, achei sinceramente que ele tem muitos pontos semelhantes a Crepúsculo, de Stephanie Meyer. O enredo é muito diferente, é claro, mas certos diálogos me pareceram muito parecidos com diálogos de Edward Cullen e Isabella Swan. Comecei a ler a sequência deste livro, O Resgate do Tigre, mas ainda não cheguei ao fim.
Até onde pude ver, a aventura demora um pouco para aparecer, o foco é mais voltado para os romances. Parece-me que é um livro que agradaria mais pessoas que gostam de romances mais “melzinho”, por assim dizer, mas não agradaria muito pessoas que curtem aventura. Um dos fatores que e fez continuar lendo foi o fato de falar um pouco sobre lendas indianas, e a descrição da Índia em si parece bem realista. Só achei que em alguns pontos, a narração fica um pouco monótona e repetitiva. O livro desperta sua atenção, tenho que admitir, mas particularmente preferi as partes das discussões e conflitos. Foram elas que deram mais emoção.
Bom, já falei bastante, e espero que tenham gostado. Leiam A Maldição do Tigre, de Coleen Houck, porque realmente vale a pena.


5 comentários:

  1. A Maldição do Tigre é bem lerdinho no começo, né?
    E realmente se foca bastante no romance. Mas isto vai se perdendo ao decorrer da série, se você gosta de aventura vai se impressionar com os últimos livros. São simplesmente maravilhosos!
    Sobre se parecer com Crepúsculo, a Colleen se inspirou nesta série para criar a sua própria. Ela acreditava ser necessário uma nova saga fantástica para depois dos vampiros da Stephanie. Ela inclusive começou a escrever A Maldição depois de ler Eclipse, se não me engano.
    Ps.: Se ainda não ama a série do Tigre, prepare-se para se apaixonar rsrs
    Bjk, Rafa.

    temporaldesonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, sou uma amante de aventuras, e se os próximos livros garantem mais ação e aventura... com certeza vou ler! Obrigada pela dica! ;)

      Excluir
  2. Já faz muito tempo que eu li esse livro, na verdade, eu comprei ele na época do lançamento. Confesso que o que mais me chamou atenção foi a capa,mas quem pode me culpar? A capa é muito linda com esse azul metalizado e um tigre que parece até que vai saltar para fora do livro a qualquer momento.
    A história também é muito boa. O fascínio da Kelsey pelo tigre branco e logo depois a transformação desse tigre em um lindo, lindo, lindo príncipe foi perfeito. A única coisa que fez com que eu parasse de acompanhar a série foi a insinuação de um triângulo amoroso com o irmão gêmeo do Ren. Odeio os triângulos amorosos! Mas de resto a história é ótima e consegue prender do início ao fim.
    Se puder dar uma passadinha http://www.leituraesuasmanias.com/
    Beijinhos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto dos triângulos, acredita??? Não quando são muito melosos ou dramáticos, mas é sempre legal acompanhar a escolha da protagonista. Olha, acho que o irmão do Ren não é gêmeo não... Não lembro direito, tenho q conferir rsrsrs
      Bjss

      Excluir
  3. Oi adorei sua resenha....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. ..

    ResponderExcluir